terça-feira, 17 de novembro de 2015

Roda do Ano



Não os chamarei de Sabbaths, pois para muitas tradições esta palavra significa ''encontro'' ou mesmo uma ''convenção de bruxas''. Vamos chamá-los de Rituais Sazonais, pois são exatamente isso, rituais que celebram a passagem da natureza do seu estado mais escuro e com suas cores e variedades mais reservadas, entre o Outono e o Inverno, até sua fase mais iluminada e toda sua vida e floração em abundância entre a Primavera e o Verão e novamente entrando em reclusão para um novo ciclo se iniciar. Atualmente temos um modelo pré-definido de calendário, a chamada Roda do Ano, mas vale lembrar que este modelo é adaptado de várias tradições e culturas. É um compilado co quatro rituais que celebram as Quatro Estações e mais quatro que celebram o meio do intervalo entre duas Estações. Este modelo só se enquadra perfeitamente ao Norte do Hemisfério Norte e ao Sul do Hemisfério Sul(adaptando-o as datas corretas). Para regiões mais próximas do Equador e nos Polos da Terra, como a Antártida e o Ártico, esta Roda do Ano, deve sofrer alterações muito grandes, pois tais regiões possuem apenas duas Estações ou mesmo um clima estável que dura anos sem alterações.

Os Rituais Sazonais Tradicionais são:

SAMHAIN
Celebrado em 1o de maio. Conhecido Halloween. 
O Ano Novo pagão. O encontro entre o Mundo Espiritual e o Mundo Físico
 YULE - Solstício de Inverno 
Celebrado no primeiro dia do inverno em 21 de junho.  Conhecido Natal.
A noite mais longa do ano. Ainda pode-ser encontrar vestígios do Mundo Epiritual É também o começo da germinação das sementes no solo encharcado. 
IMBOLC
Celebrado em 1o de agosto. Início da Primavera. Conhecido como Candelária.
Período em que a natureza retorna a brotar, florescer e animais a nascer.
OSTARA - Equinócio de Primavera
Celebrado no primeiro dia da primavera  22 de setembro. Conhecido como Páscoa.
A Primavera avança e trás o momento de cuidar da fertilidade dos campos e garantir frutos para colher mais tarde.
BELTANE
Celebrado em 31 de outubro. Conhecido como Festa Junina e também deu origem ao Mês das Noivas.
É o ápice da Primavera e fogueiras são acesas para comemorar e pedir por colheitas. Momento em que pode-se facilmente ver criaturas e seres fantásticos interagindo sem esconder-se em nosso mundo.
LITHA - Solstício de Verão
Celebrado no primeiro dia do verão em 21 de dezembro. Conhecido como São João.
Dia mais longo do ano, ainda podemos encontrar seres fantásticos por ai. continuidade das fogueiras.
LAMMAS
Celebrado em 2 de fevereiro. conhecido como a Festa da Mandioca ou Festa da Colheita.
A natureza dá seus frutos e é hora de recolher e agradecer. Pães assados e compartilhados.
MABON - Equinócio de Outono
Celebrado no primeiro dia do outono em 20 de março. Conhecido como Festa da Colheita
A natureza continua a dar frutos, esta é a segunda colheita antes do ciclo se fechar.


Texto e Imagem: Henrique Barbosa
Participe: Grupo de Estudos
Conheça nossa Loja: Elo7 - Bosque do Cervo
'Este texto é de autoria própria e fica proibida sua cópia, total ou parcial, sem autorização'

Nenhum comentário:

Postar um comentário