sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

A Jornada do Louco XIII

XIII - A Morte


Depois desse auto sacrifício consciente, O Louco aprende a valorizar as coisas pequenas da vida, e passa a descartar o que não tem relevância. Ele se renova e corta velhos hábitos que são destrutivos. Agora O Louco está mudando, e com essa mudança vêm A Morte (13). A Morte é uma figura permanente e essencial para o ciclo da vida. Na carta do Enforcado, O Louco se deparou com a experiência da submissão voluntária às leis ocultas da psique, e assim abandonou coisas na esperança de que uma nova fase surgisse. A Morte é o estado intermediário e transitório onde ele deve saber o por quê de suas perdas para o início de um novo ciclo de evolução.

Texto: Isabella Batista


O Arcano das Transmutações e da Vida Eterna
 
Esta carta, comumente designada como “Morte”, não tem nome inscrito no tarô de Marselha ou em suas suas variantes mais recentes. 
Um esqueleto revestido por uma espécie de pele tem uma foice nas mãos. Do chão negro brotam plantas azuis e amarelas entre restos mortais de seres humanos. O fundo não está colorido.
No primeiro plano, à esquerda, uma cabeça de mulher; à direita, uma cabeça de homem com uma coroa.
Um pé e uma mão aparecem também no chão; outras duas mãos – uma mostrando a palma e outra as costas – brotam atrás, ultrapassando a linha do horizonte.
O esqueleto está representado de perfil e parece dirigir-se para a direita. Maneja a foice, sobre a qual apoia as duas mãos. Em algumas variantes, seu pé direito não está visível.
Para o iniciante, mostra-se como a carta mais temível, mas os estudos simbólicos ajudam a entender um outro sentido no plano da evolução humana.

Significados simbólicos
Grandes transmutações e novos espaços de realização.
Dominação e força. Renascimento, criação e destruição.
Fatalidade irredutível. Fim necessário.
 
Interpretações usuais na cartomancia
Fim de uma fase. Abandono de velhos hábitos.
Profundidade, penetração intelectual, pensar metafísico. Discernimento severo, sabedoria drástica. Resignação, estoicismo, dom para enfrentar situações difíceis. Indiferença, desapego, desilusão.
  1. Mental: Renovação de ideias, total ou parcial, porque algo vai intervir e tudo transformar; como um fenômeno catalisador ou um corpo novo que modifica totalmente a ação do corpo atual.
  2. Emocional: Afastamento, dispersão. Destruição de um sentimento, de uma esperança.
  3. Físico: Morte, perdas, imobilidade. Completa transformação nos negócios ou atividades.
  4. Desafios e sombra: Do ponto de vista da saúde, estagnação de enfermidade ou processo. A morte poderá ser evitada, mas em troca de uma lesão incurável. Segundo sua posição, pode significar a morte, em seus múltiplos matizes, mas também maus, más notícias.

Prazo fatal. Xeque-mate inevitável, mas não provocado pela vítima.
Ânimo baixo, pessimismo, perda de coragem.  
Interrupção de um processo para começar de modo diametralmente oposto.

Fonte: Clube do Tarô

Participe: Grupo de Estudos
Conheça nossa Loja: Elo7 - Bosque do Cervo
'Este texto é de ia própria e fica proibida sua cópia, total ou parcial, sem autorização'

Nenhum comentário:

Postar um comentário